28 março 2006

Traqueostomia

A ventilação por traqueostomia é usada habitualmente para o suporte a longo prazo, particularmente quando existe um comprometimento bulbar. Com a implementação da assistência eficaz, evitando-se ou revertendo às complicações, os usuários de ventilação por traqueostomia podem viver muitos meses ou anos.
Traqueostomia é o estabelecimento de um orifício artificial na traquéia, abaixo da laringe. Na abertura, é colocada uma cânula, que permite uma comunicação entre a traquéia e a região do pescoço.
O procedimento da traqueostomia é simples. O pescoço do paciente é limpo e coberto e logo são feitas incisões para expor os anéis cartilaginosos que formam a parede externa da traquéia. Posteriormente, o cirurgião corta dois desses anéis e insere uma cânula no orifício.

O paciente que faz a traqueostomia se tornará dependente dos outros?
Não. A pessoa traqueostomizada pode se cuidar sozinha, pois a traqueostomia e a cânula não interferem no dia-a-dia. Para aprender a mexer na traqueostomia e na cânula, basta um treinamento simples com a equipe de enfermagem no hospital ou do seu fisioterapeuta respiratório.
No momento da alta hospitalar, você deverá receber orientações apenas quanto ao manuseio e limpeza da subcânula. O paciente e seu familiar deverão receber instruções sobre como colocar a cânula, como limpar sua traqueostomia e o que fazer em quaisquer situações de dificuldade.

11 Comments:

At 4:26 AM, Anonymous Anônimo said...

Hallo I absolutely adore your site. You have beautiful graphics I have ever seen.
»

 
At 11:44 AM, Anonymous Anônimo said...

Great site lots of usefull infomation here.
»

 
At 8:34 AM, Anonymous Anônimo said...

I find some information here.

 
At 9:58 AM, Anonymous Anônimo said...

Great site loved it alot, will come back and visit again.
»

 
At 11:01 AM, Blogger Expedito said...

Gostaria de saber como é o procedimento para colocar filtro na traqueostomia. obrigado como faço para adquirir.

 
At 9:24 PM, Blogger célia said...

olá,a minha filha nasceu saudavel mas aos 8 meses em março 2007 teve uma bronquiolite e foi internada.ligaram na ao ventilador porque segundo os enfermeiros,os medicamentos que lhe administravam interferiam com a respiraçao.esteve cerca de 1 mes com o ventilador, e tentaram extuba la 2 vezes,mas so á terceira conseguiram.ja sem ventilador,um enfermeiro dos cuidados intensivos engana se numa injecçao e administra a na minha filha.ela deixa imediatamente de respirar,e so nao morreu porque se aperceberam e entubaram na novamente de urgencia.3 ou 4 dias depois vem para casa mas com dificuldades respiratorias.Me dizem que é normal devido ao tempo de intubaçao.Mas ela deixou de respirar em casa e novamente voltou para a unidade de cuidados intensivos.Fez várias endoscopias em que se verificou uma estenose ao longo da traqueia com as cordas vocais tambem afectadas.1 mes depois,em maio 2007 ,com 11 meses fazem lhe uma traqueostomia.Nessa noite nos cuidados intensivos estavam 2 enfermeiras so com 2 crianças e como é possivel que deixaram a minha filha exteriorizar a traqueostomia??ela teve novamente uma paragem respiratória e fez um pneumotorax necessitando de drenagem nos 2 pulmoes.os mese passaram e ela continuava internada,até que resolveram experimentar o tubo de Montgomery,mas 7 dias depois ela o tira tambem e lhe metem novamente a canula de traqueostomia.passam se meses e ninguem tem soluçao,fomos a vários hospitais e nada.Ate que em setembro 2007 fomos ao HOPITAL DE S.JOAO DO PORTO,e aí nos dão a soluçao,ir ao CHUV na suiça.ja fomos em janeiro de 2008 onde ficámos 1 mes e lhe meteram um L-T MOLDE,mas continuando com a traqueostomia.em abril 2008 o L-T MOLD saiu e voltamos para meter outro.em novembro 2008 voltámos e ficámos 1 mes e meio.Fizeram 4 operaçoes e conseguiram retirar a traqueostomia.Ela esteve 15 dias a respirar pelo nariz,mas fez 2 paragens respiratórias e teve de ser ligada novamente ao ventilador.Dia 24 de dezembro 2008 fazem lhe novamente a traqueostomia e me dizem que a traqueia esta totalmente destruida como se fosse gelatina ,os tecidos estavam mortos e que de momento nao há soluçao nem sabem se haverá anos mais tarde!A Soraia tem agora 2 anos e meio,é uma criança muito sociável,anda na creche,é inteligente,mas nao fala devido á traqueostomia,espressa se com gestos que lhe ensino e que ela aprende.Os cuidados sou eu(mae) que faço,desde á aspiraçao das secreçoes a limpar a canula e mudar o nastro.E o que foi isto que aconteceu??Foi uma negligencia médica!Isto aconteceu no HOSPITAL GARCIA D´ORTA em ALMADA,e eles assumiram a culpa porque pagam as viagens e operaçoes feitas na Suiça,mas isso nao chega para pagar o sofrimento de minha menina e o meu que sou mae solteira.O enfermeiro que quase matou a minha filha continua a exercer nos cuidados intensivos como se nada fosse....amanha mata outro e ninguem foi....Em Portugal é assim...Desculpem o meu grande desabafo ......ja agora quem perceber da questao me responda á seguinte pergunta:foi tudo devido á longa intubaçao,ou aos erros e falta de atençao de certos enfermeiros??Quando fiz esta pergunta meteram as culpas no ventilador......Isto é uma grande injustiça!!

 
At 8:12 PM, Anonymous M. Pinto said...

Espero não estar a dizer uma asneira, mas se não caio em erro hoje foi o funeral desta menina de 3 anos :(
Fez novamente paragem respiratória e não resistiu. Paz à sua alma.
Sesimbra

 
At 5:29 PM, Anonymous Anônimo said...

No caso do meu filho não aconteceu nada disso e ficou com estenose na mesma. tambem esteve muito tempo ventilado. tambem já faleceu.

 
At 4:13 PM, Anonymous celia dias said...

Sim....foi a minha menina que faleceu,dia 2 de fevereiro.mais uma paragem respiratoria ,que desta vez lhe roubou a vida..tanta luta e tantas operações para nem sequer termos tido a oportunidade de vencer...1 mes antes na suiça meteram lhe uma prótese na traqueia para substituir 2 anéis que estavam destruidos...pensa se que foi uma das causas da paragem...ela nasceu normal,tudo aconteceu por negligencia médica que até hoje ninguem assume...não vou para tribunal porque quem fez o erro sai sempre ileso,isto se o processo não for arquivado,e mesmo que recebesse uma indminização,não me compensava a falta que ela me faz,mesmo com os problemas que tinha com a traqueostomia....pra sempre a vou amar,e a saudade cada dia que passa é maior.....

 
At 7:01 PM, Blogger marilza said...

Meu filho em 07 de agosto de 2007 sofreu um acidente de moto.esteve em coma enduzido durante 38 dias por causa da ventilação mecanica causou estenose hoje com UM ONO E NOVE MESES esta usando cânola em tubo T esperando a cirurgia esperando em DEUS também!!!!!!!!!
UM ABRAÇO MãE!!!!!

 
At 2:23 PM, Anonymous Anônimo said...

etava a tomar filotempo e Symbicort e tarax á dias fui a uma consulta alto rino e deume Nasomet sentime muito bem com o medicamento mas quando tomava o Atarax sentia-me muito mal será que não é compativel o medico não teve o conhecimento do medicamento Atarax

 

Postar um comentário

<< Home